espaço do

ASSOCIADO

Limpeza e manutenção de ar-condicionado: conheça a Legionelose e saiba como evitar

A importância da limpeza e manutenção de ar-condicionado é um dos assuntos mais debatidos no momento atual.

Isso se deve não apenas em decorrência da pandemia, apesar da crise sanitária ter sido responsável por uma série de mudanças nos protocolos, mas também por todos os problemas que vistorias mal empregadas podem causar aos usuários dos ambientes climatizados.

De acordo com o estudo The economic consequences of outdoor air pollution, mundialmente, os custos de saúde relacionados à poluição do ar devem passar de USD 21 bilhões (registrados em 2015) para USD 176 bilhões em 2060.

Além disso, esse mesmo relatório estima que os dias de trabalhos perdidos por problemas envolvendo a qualidade do ar podem chegar a 3,7 bilhões em 2060 em todo planeta. Atualmente, esse número é de 1,2 bilhão e já afeta a produtividade operacional.

Isso ocorre por causa de todos os vírus e bactérias que podem circular por meio de um sistema de climatização que não recebe os devidos cuidados. Por sua vez, esses micro-organismos podem ser nocivos à saúde dos ocupantes do local.

No texto de hoje, apresentaremos a Legionelose, também conhecida como “doença dos legionários”, suas características e quais medidas as empresas devem implementar para evitar essa bactéria e outros vírus. Continue com a sua leitura e confira!

A Vivante indica: Guia de boas práticas: Recomendações de prevenção e segurança para o retorno ao trabalho na pandemia

Afinal, o que é a legionelose?

Na prática, a legionelose é uma disfunção causada pela bactéria Legionella pneumophyla, facilmente proliferada pelo sistema de climatização.

Na prática, essa doença pode causar dores de cabeça, no peito e no corpo, além de febre alta, falta de ar e tosse. O tratamento é realizado por meio de medidas medicamentosas e necessita de um acompanhamento médico.

Dentro de um escritório, a bactéria não é transmitida de pessoa para pessoa e sim pelo ar,

por meio das gotículas de água contaminada do aparelho de climatização.

Por essa razão, a principal maneira de prevenir que os frequentadores do espaço sejam acometidos é implementando a devida limpeza e manutenção de ar-condicionado.

Leia também: Dicas e recomendações para limpeza e manutenção de ar-condicionado durante e pós-pandemia

Quais ações as empresas devem tomar para evitar a proliferação de fungos e bactérias?

Adotar um fluxo apropriado de limpeza e manutenção de ar-condicionado pode ser um desafio para os gestores de negócio, isso porque exige adequação de uma série de processos internos.

Nesse cenário, o primeiro passo é executar o PMOC ou Plano de Manutenção, Operação e Controle. Esse processo consiste em uma série de documentos que atestam a qualidade do ar climatizado por intermédio de vistorias técnicas e monitoramentos.

De modo geral, todas as ações empregadas nesses fluxos devem corresponder às normas vigentes, tais como a Portaria n° 3.523/98, do Ministério da Saúde, e a Resolução 09, da Anvisa.

Além disso, para garantir o máximo de adequação à atual realidade, especialmente com o retorno gradual das atividades comerciais, as empresas devem revisar os processos de vistorias já existentes.

Dessa forma, é possível identificar quaisquer gargalos operacionais que afetem a limpeza e manutenção de ar-condicionado, como a frequência de vistoria ou necessidade de troca de determinados equipamentos.

Por fim, não podemos falar de aparelhos de climatização sem citar as novas soluções do mercado que viabilizam segurança e otimizam os fluxos de manutenção, como o serviço de Monitoramento da Qualidade do Ar e os Purificadores de Ar com tecnologia PHI (Fotohidroionização), ambos oferecidos pela Vivante.

Você pode se interessar: Como promover a manutenção do ar-condicionado e garantir a saúde das pessoas em tempos de Covid-19: entrevista com diretor técnico da Vivante

Conte com a Vivante para limpeza e manutenção de ar-condicionado!

Vivante é uma parceira terceirizada focada em manutenção, facilities e eficiência energética.

Com expertises de mercado, mão de obra especializada e mais de 20 anos de experiência, a Vivante fornece aos seus clientes soluções completas e uma série de benefícios, como:

  • Aumenta a eficiência dos equipamentos;
  • Maximiza a vida útil;
  • Reduz as possibilidades de proliferação de vírus e bactérias, inclusive do novo coronavírus;
  • Minimiza custos operacionais;
  • Prepara a empresa para o momento pós-pandemia.

Além disso, a Vivante está constantemente buscando novas tendências com o objetivo de auxiliar os seus parceiros em todos os passos na retomada das atividades comerciais, com serviços inovadores.

Para conhecer os serviços de facilities para prevenção do coronavírus, também recomendamos a leitura do nosso artigo: 7 soluções que a Vivante oferece para combate à Covid-19

Deseja saber mais? Acesse agora mesmo e conte com o nosso apoio!

Nós utilizamos cookies para analisar e melhorar sua experiência de navegação e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao navegar pelo site, você concorda com este monitoramento e o uso de cookies. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.

TOPO