espaço do

ASSOCIADO

Simulado de Gerenciamento de Crise realizado no Shopping Pelotas foi o maior já executado no Sul do RS

Mais de 250 pessoas participaram na manhã de sábado, 23/11, do Exercício Simulado de Gerenciamento de Crise no Shopping Pelotas. O local foi escolhido pelo Curso de Tecnologia em Segurança Pública da Universidade Católica de Pelotas – UCPel para ser o cenário do maior e mais completo exercício já realizado do Sul do RS para treinamento de equipes de segurança, envolvendo academia, órgãos públicos e privados.

Coordenaram a operação o comandante do 4º BPM e professor do curso de Tecnologia em Segurança Pública da Universidade Católica de Pelotas (TSP/UCPel), tenente-coronel Márcio André Facin e os professores Luiz Renato de Souza Garcia e Fábio Raniere, pelo (TSP/UCPel). A ação teve a participação da Brigada Militar, Batalhão de Operações Especiais (BOPE), Guarda Municipal, Secretaria de Trânsito, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Secretaria Municipal de Saúde, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), MSV Serviços e Treinamentos, Inove Engenharia de Prevenção de Incêndios, Movilcor Emergência Pré Hospitalar, Instituto Educacional Dimensão e Bombeiros Civis. Pelo Shopping, a ação foi coordenada por André Anjos, Coordenador de Segurança. Participou ainda Eduardo Gonçalves Carvalho, Gerente em Saúde do Trabalhador, da Secretaria Municipal de Saúde. O treinamento foi realizado das 8h ás 9h45, antes do shopping abrir ao público.

Pela Universidade Católica, coordenaram as equipes dos cursos as professoras Eliana Soares Domingues (Enfermagem); Rosane Feijó (Psicologia). Os alunos dos cursos de Tecnólogo em Segurança Pública, Enfermagem, Jornalismo e Direito da UCPel desempenharam papeis de feridos e socorristas durante a simulação. Os alunos dos cursos Técnicos em Segurança do Trabalho, Técnico em Enfermagem e Técnico em Radiologia Médica do Instituto Educacional Dimensão Pelotas participaram como observadores, acompanhados pelo vice-diretor Vladimir Dame Torma.

A entrada de cada grupo nos casos simulados foi cuidadosamente treinada, com negociações, ferimentos com maquiagem e tudo que uma situação real pode trazer. A ação aconteceu em três etapas: simulação de assalto em uma loja, fuga de suspeitos com reféns e ateamento de fogo.

“Agradecemos muito ao shopping por abrir as portas para uma ação como esta, pois não há nada melhor do que preservar vidas. Isso demonstra que todos estão focados em melhorar os serviços da nossa cidade e na integração dos órgãos de segurança e proteção da sociedade”, disse o Tenente Coronel Facin.

“Foi uma experiência pioneira e estamos muito satisfeitos com o resultado e participação de todos. Certamente a prevenção e o preparo das pessoas é o melhor caminho para situações de crise”, destacou Alex Rumbelsperger, gerente geral do Shopping Pelotas. Conforme Luiz Jara, da MSV Serviços e Treinamentos, responsável pelos bombeiros civis do shopping, ter um simulado desse porte é de extrema importância e nos coloca um passo frente em uma possível situação real.

A preparação para o simulado envolveu equipes de todas as instituições envolvidas, produção de material informativo, comunicados, convites, entre outras ações para garantir que tudo ocorresse dentro das normas de segurança. A comunidade ao redor do shopping foi informada por meio de panfletos e uma faixa foi colocada no portão para comunicar a ação.