espaço do

ASSOCIADO

Natal do bem do Shopping Bougainville resgata o real sentido da celebração: o amor ao próximo

Shopping foge do óbvio para contribuir e incentivar a responsabilidade social e destina 70% da verba de decoração revertidos em cerca de 10 toneladas de alimentos que serão doados para famílias vulneráveis. Campanha une arte e solidariedade para promover um Natal de valores  

É tempo de ter esperança em dias melhores, compartilhar bons sentimentos e propagar atitudes nobres. Diante de um ano que fez com que todos voltassem o olhar para um novo mundo, com novas prioridades, em que se fez tão notória a importância do cuidado consigo e com o próximo, o Shopping Bougainville apresenta o Natal do Bem a partir da última quinta-feira, 12/11. Tendo a responsabilidade social como mote da campanha, o shopping reverteu a verba que seria destinada à decoração natalina quase integralmente em prol da ação solidária que arrecadará cestas de alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade, o que somou aproximadamente 10 toneladas de alimentos doados pelo Bougainville.  A ideia parte do incentivo a colorir com amor e esperança o Natal de quem mais precisa. 

“Com tudo o que vem acontecendo, a crise humanitária gerada pela pandemia de Covid-19, nós acreditamos que não poderia ser diferente esse ano. Nosso intuito é tocar as pessoas para que todos juntos possamos dar o primeiro passo para uma mudança de atitude global. E não dá para mudar o mundo pensando somente em si, daí nasce o Natal do Bem do Bougainville, que será inteiramente voltado para a campanha social de apoio a famílias vulneráveis, com a maior parte da nossa verba de decoração, cerca de 70%, destinada à ação”, afirma Andreia Alves, gerente de marketing do Shopping Bougainville.  

Com o período de arrecadação de 12/11 até 20/12 e o intuito de formar uma corrente de solidariedade, os clientes poderão comprar vouchers de cestas e doar para a campanha, sem que haja a necessidade de levar o item em si até o shopping. Para tanto, um ponto de arrecadação foi montado no piso 1 do mall, com a exposição de uma grande caixa de presentes recheada com cestas de alimentos. O espaço ainda conta com uma intervenção artística produzida pelo artista plástico Samuel Caixeta, que também assina uma caixa-presente exclusiva e personalizada destinada a quem realizar a doação de cinco ou mais cestas para a campanha. O item também poderá ser adquirido pelo valor de R$ 55,00, no local, sendo o valor revertido para a ação. 

Ainda visando tocar a todos e estimular a participação na campanha, o shopping atualizará semanalmente a quantidade de doações nos totens de comunicação interna do mall. Em parceria com o Projeto Social Nunca Desista dos Seus Sonhos e o movimento UniãoGO, a entrega das doações arrecadadas será destinada a 20 ONGs, que realizarão a entrega previamente à véspera de Natal e direcionada a comunidades e famílias de diferentes regiões de Goiânia. 

Espírito Natalino 

Sem abrir mão da fachada iluminada, o Bougainville ainda conta com uma proposta de decoração especial, que inclui a tradicional árvore de Natal, mas em uma releitura repleta de simbolismos, com a presença de estruturas decorativas em neon que remetam a valores como generosidade, empatia, união e amor. “São palavras inspiradoras que, de certa forma, adornarão o mall com o intuito de lembrar a todos nós do que realmente importa e como podemos fazer a diferença”, complementa Andreia. O espírito natalino ainda será traduzido por meio de atrações temáticas que o shopping está preparando para toda a família, com musicais, apresentações teatrais e recitais de piano, além de oficinas infantis temáticas. 

 Sobre Samuel Caixeta 

Samuel Alves Caixeta é um artista goiano autodidata em artes plásticas que cresceu em um ambiente permeado de criatividade e talento, tendo pais também artistas. Aos sete anos, ele já se arriscava nos desenhos de paisagens e esculturas de argilas.  Hoje, Caixeta se destaca por suas pinturas em telas, que já foram expostas em galerias de prestígio de diversas cidades pelo mundo, como Nova York, São Paulo, Paris e na Itália. Samuel afirma que na arte ele encontrou seu propósito de vida.