espaço do

ASSOCIADO

Marcelo Rosenbaum e Michell Lott trazem o design como ferramenta de transformação em live da Suvinil

O designer Marcelo Rosenbaum participou nessa quinta- feira (04) de uma live no Instagram da Suvinil com mediação do consultor de cores da marca, Michell Lott, para resgatar o tema Repenso do estudo Suvinil Revela 2020, lançado o ano passado, e discutir a função do design como ferramenta de transformação. O conceito levantado evoca a simplicidade e a essencialidade da natureza, nos obrigando a repensar onde estamos e onde queremos estar; destacando também a sustentabilidade e o consumo consciente.

Rosenbaum ressaltou o papel do designer de criar os objetos de desejo do mercado, e como é importante ter consciência para tornar o trabalho um meio de disseminação de conhecimento e incentivo à inclusão. “Temos que reconhecer os nossos próprios privilégios e reparar nossos valores. E isso tem tudo a ver com o design. Se não tivermos esse respeito e esse entendimento, vamos valorizar superficialmente o artesanato, por exemplo, porque ele é uma expressão cultural. O conhecimento dos povos indígenas e afrodescendentes é muito rico”.

Foi esse pensamento que levou o designer à Várzea Queimada, vilarejo situado no município de Jaicós, interior do Piauí, por meio do projeto A Gente Transforma. O lugar apresenta um dos menores Índices de Desenvolvimento Humano do Brasil e sofre com a escassez de água. “A gente chega na comunidade e a única coisa que se vê é muito desenvolvimento humano, muito senso de coletivo e amor, o que não tem é oportunidade. Este é um lugar que vive a sua ancestralidade latente, mas na miséria”, relata Marcelo.

Na região, em contato com as mulheres artesãs que trabalham com palha de carnaúba, ele ajudou a resgatar o valor daquela arte – não apenas monetário. A comunidade passou a dar ainda mais importância aos conhecimentos compartilhados entre diferentes gerações. Com o apoio do mercado, o projeto ajudou a preservar esses saberes importantes que contam a nossa história, e ainda a trazer renda e trabalho para pessoas que precisam.

Como ressaltado no tema repenso, do estudo de cores da Suvinil, “se as mãos que tecem a peça foram exaltadas, faz diferença!”. Com seus projetos, Rosenbaum mostra o design como potência para perpetuar as riquezas nacionais. “Todos os lugares têm talentos e saberes, a gente só precisa fazer a inclusão”, ele conclui.

 

Acompanhe a marca pelo perfil do Instagram @tintas_suvinil para participar de conversas enriquecedoras como essa entre Marcelo Rosenbaum e Michell Lott sobre consumo consciente, o resgate de nossa ancestralidade e os saberes do Brasil.