espaço do

ASSOCIADO

Há 30 anos, Bauru Shopping é referência em compras e entretenimento

Em 25 de novembro de 1989 era inaugurado o primeiro centro de compras da região; histórias inspiradoras de negócios que passaram de pai para filho fazem parte da trajetória do empreendimento

A história do Bauru Shopping atravessa gerações. São negócios que nasceram timidamente dentro de casa e que ao longo do tempo cresceram junto com primeiro centro de compras da cidade de Bauru.

 

No Brasil, 90% das empresas ainda são familiares, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De pai para filho, Gustavo Lima Sampaio recebeu uma parte da loja de vestuário unissex e desde os seus 25 anos vê o crescimento do shopping acontecer. A primeira foi em novembro de 2005.

 

“As expansões diversificaram vários ramos de atividades do shopping e ajudaram a abrir um leque de possibilidades. Lembro que a gente era franqueado de uma marca de jeans do único shopping da cidade. Em 2001, passamos a ser uma loja multimarcas”, conta Sampaio.

 

Seo Francisco Sampaio, pai de Gustavo, hoje com 88 anos, vendia as mercadorias em casa quando os filhos ainda eram crianças.

 

Ao lado da irmã, Gabriela, Sampaio e o pai estão à frente da loja Gaby Sampaio. Os três viram o impacto do comércio virtual acontecer. “Bauru é uma cidade com muitas opções para comprar. É cada vez maior o nosso desafio, com uma concorrência que cresce a cada ano”, explica.

Outro lojista que desde muito cedo já trabalhava nos negócios do pai é Christiane Silvestre Costa Macorin, da Wilson Roupas.

 

Aos 15 anos, ela foi emancipada para assumir o controle do estabelecimento. “Meu pai era gerente e um certo dia ele teve a oportunidade de comprar uma parte da loja que trabalhava. Adquiriu todo o setor masculino e passou a atender os clientes em casa, levando mercadoria para Agudos, Lençóis Paulista e várias outras cidades da região”, recorda.

 

O pai, Wilson Costa, foi um dos pioneiros do comércio bauruense e faleceu agora em 2019, aos 82 anos. Com foco em moda masculina, a Wilson Roupas está no Bauru Shopping desde a inauguração, em novembro de 1989.

“É uma felicidade enorme continuar atendendo nossos clientes e, agora, os filhos de clientes. O perfil de compra mudou. Ter uma loja dentro do shopping é algo que favorece. As vendas aqui são melhores comparadas ao comércio de rua”, declara Christiane.

 

De geração para geração

 

Foi na rua Batista de Carvalho que o sonho de seo Enéas Pinto de Carvalho nasceu, em 1924. Tempos depois, o empreendimento iniciado pelo avô do empresário Cássio Carvalho estampou as vitrines do Bauru Shopping e passou a ser mais uma opção de compra dos consumidores em moda masculina.

Desde 1991, Carvalho vê seu negócio expandir junto com o centro de compras. “É um privilégio começar e crescer junto com o shopping, ver as lojas se remodelando, além das reformas. Tudo isso com o objetivo de melhorar”, pontua ao lembrar das dificuldades iniciais.

“No começo foi muito difícil, mas logo houve um avanço muito grande e fez com que as vendas aumentassem bastante. Temos visto que o nosso consumidor permaneceu sempre o mesmo e fiel à Casa Carvalho. Nós apenas mudamos nossa maneira de atingir o público”. 

Nos últimos 14 anos, o shopping passou por quatro grandes expansões e mais que triplicou a sua área construída para comportar a crescente demanda do setor. Neste período, houve um crescimento de 70% no número de lojas, passando de 132 para mais de 230 operações, sendo 11 megalojas, cinco salas de cinema, praça de alimentação com 44 opções e acomodação para mais de 1,1 mil pessoas.

 

Oportunidades

De professora de geografia à lojista e empreendedora, Maria Angélica Bertolani viu uma oportunidade na comercialização de moda country. Sua mercadoria chegava dos Estados Unidos para atender os clientes de Bauru e região.

“Comecei com uma loja pequena de 35 metros e que foi um sonho, mas logo percebi a necessidade de atender o cavaleiro e vender acessórios para cavalos. Era uma ideia nova para a cidade”, comenta ao lembrar de sua trajetória.

“Foi um momento incrível. Nunca pensei que não poderia dar certo, tanto que logo minha loja aumentou e passei a vender outras marcas. Se o shopping me segurou durante 30 anos é porque eu só encontrei coisa boa e fui evoluindo junto com a cidade e com o Bauru Shopping”, conta.

Katya Aparecida Pelegrina também viu a possibilidade de impulsionar seu negócio dentro do complexo de compras. Aos 13 anos trabalhava no comércio de rua com a mãe, na primeira butique de moda da cidade. partir dos 25 anos foi para o Bauru Shopping para ter sua própria loja.

“Foi uma época muito boa, em que as marcas estavam saindo do centro da cidade e o shopping era um lugar exclusivo onde só se encontrava as grandes marcas. O Bauru Shopping trazia clientes de todas as regiões”, reforça.

 

Transformação

Há 15 anos à frente do Bauru Shopping, a AD Shopping, a maior rede nacional de administração de shoppings independentes, que administra outros 34 empreendimentos pelo Brasil, desempenha papel crucial no crescimento do centro de compras bauruense, sempre com foco nos resultados positivos aos seus investidores e no atendimento às expectativas do público consumidor.

 

O planejamento da AD Shopping é alicerçado no fortalecimento do mix de lojas que proporcionam diversidade de serviços e produtos ao consumidor, além do atrativo de reunir as grandes e melhores marcas. “Esta trajetória de sucesso se deve ao trabalho conjunto entre a AD Shopping e o Conselho de Administração, representando os seus condôminos. Essa sinergia resulta em decisões assertivas que possibilitam avançar no posicionamento estratégico do shopping”, afirma Américo Cardinale, coordenador de administração da AD Shopping.

 

A participação deste conselho na tomada de decisões permite a escolha adequada para o crescimento que o Bauru Shopping registra de forma segura e plausível. O envolvimento das equipes, da administradora e a forte parceria com os lojistas, ressalta Américo, são fundamentais para que o empreendimento supere as expectativas de seu público.