espaço do

ASSOCIADO

De shopping center para life center

Com ampliação de experiências e serviços, empreendimentos tornam-se espaços de convivência e conveniência

Centro de estética, pet shop e academia são encontrados com mais frequência em shoppings centers. De acordo com a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), há dois anos, o segmento de conveniência e serviços teve um incremento de mais de 15%, comprovando a preferência dos clientes por centro de compras com espaços mais completos e facilidades nas necessidades diárias. A tendência é que nos próximos anos alguns shoppings ultrapassem 50% do mix com redes de serviços de beleza, estética, academias, laboratórios e foodservice, transformando os shoppings em life centers.

O varejo tradicional vem se transformando com o comportamento do consumidor. Mais que oferecer produtos em lojas convencionais, os serviços avançaram os corredores dos shoppings e aumentaram a participação no mix. O Palladium Shopping Center, em Curitiba, um dos empreendimentos do Grupo Tacla Shopping, é um exemplo de centro de compras que está se transformando em life center. Entre as mais de 200 lojas do shopping, mais de 25 são operações de serviços, que vão desde pet shop, salão de beleza, academia, costureira, laboratório e clínica odontológica.

Espaços integrados também já fazem parte do planejamento arquitetônico, lazer e entretenimento dos shoppings centers. “Hoje em dia, os consumidores escolhem o shopping pela segurança, conforto, facilidades, experiências e atrações. Sabemos que, muitas vezes, é palco de um momento de lazer com a família e amigos, por isso buscamos oferecer atrações e eventos diferentes, que envolvam toda a família em um só lugar. Características de life center em um shopping aumentam o vínculo com a marca”, explica Cida Oliveira, gerente de marketing do Palladium Curitiba.