espaço do

ASSOCIADO

Com protocolos de segurança estabelecidos, marcas do Mega Moda esperam chegar a 70% das vendas realizadas no ano passado

Goiânia, novembro de 2020 – Na reta final para o Natal, os lojistas do Mega Moda ShoppingMega Moda Park e Mini Moda tem comemorado a retomada gradual das excursões, que tem impactado de forma significativa nas vendas. Mesmo com um percentual de visitantes bem menor no período quando comparado aos anos anteriores, os empresários estão otimistas e esperam chegar a 70% do que foi vendido no ano passado. Já que, segundo pesquisa realizada pela Hibou, empresa de pesquisa e monitoramento de mercado e consumo, realizada com mais de mil entrevistados entre 10 e 14 de setembro, 89% dos brasileiros preferem adquirir roupas e acessórios em lojas físicas.

 

“Álcool em gel, máscara e conscientização de lojistas e clientes têm nos ajudado nesta retomada gradual, com segurança e confiança por dias melhores. O retorno dos compradores dos outros estados trouxe otimismo aos lojistas, já que muitos estão vendendo 60% do que vendiam no ano de 2019. Com estoques renovados para o final de ano, lojas que estavam fechadas estão reabrindo. Os shoppings estão cumprindo o protocolo de segurança dos órgãos governamentais, para que os números de infectados por Covid-19 continue em queda”, afirma Chrystiano Camara, Superintendente do Mega Moda.

 

Para a lojista Kelly Dias, da marca feminina Adara, com lojas no Mega Moda Shopping e Mega Moda Park, a expectativa é positiva para as vendas de Natal e, por causa do investimento dos shoppings Mega Moda no digital – o que trouxe mais visibilidade às marcas atacadistas, acredita que baterá a meta de vendas. “Muitas marcas perderam muito com a pandemia, o que – graças a Deus – não foi o nosso caso porque já vendíamos online. Conseguimos manter nosso negócio, mas sabemos que o cliente na loja física acaba comprando mais. E, mesmo com restrição no número de excursões, o reflexo da liberação foi imediato, tanto que aumentamos o nosso quadro de funcionários e, provavelmente, contrataremos mais temporários”, afirma Kelly.

 

Operação Boas Compras

Iniciada no último dia 21 de outubro e prevista para ir até dia 31 de dezembro de 2020, a Operação Boas Compras tem o objetivo de assegurar a ordem pública na Região da 44 e seu entorno durante o período de compras de fim de ano. A iniciativa é fruto de parceria entre a Prefeitura de Goiânia, Associação Empresarial da Região da 44 (AER44) e outros órgãos de segurança e fiscalização.

 

Segundo a AER44, a expectativa é de que a Região receba cerca de três milhões de compradores entre os meses de novembro e dezembro.