espaço do

ASSOCIADO

Shoppings centers se reinventam durante a pandemia

Confira boas ideias que são destaques nas ações dos centros de compras em meio ao isolamento social

São Paulo, abril de 2021 — A pandemia do Coronavírus e as medidas de distanciamento social fizeram com que todos precisassem se adaptar a uma nova forma de existir no mundo. Por isso, ao longo do último ano, os shoppings centers e o comércio também tiveram que inovar e buscar formas de fazer sua parte na luta contra o vírus. 

Apesar da perda de faturamento durante o fechamento dos shoppings, lojistas e administradores trabalharam em conjunto para desenvolver estratégias para a manutenção das lojas e dos serviços oferecidos: “Nunca antes vi com tanta clareza essa união entre lojistas e shoppings a fim de superar obstáculos”, diz Maurício Romiti, diretor financeiro e administrativo da Nassau Empreendimentos, empresa que atua há quase 30 anos na gestão e administração de shoppings centers em todo o Brasil.

O especialista destacou algumas boas iniciativas, como a participação dos shoppings nas campanhas de testagem e imunização da população, e a inovação e criatividade para oferecer novas opções de entretenimento, como os cinemas drive-in. O uso da tecnologia para aprimorar a experiência de compra dos consumidores também se intensificou ao longo do último ano.

Confira outras boas ideias que os shoppings colocaram em prática durante a pandemia:

  1. Campanhas de vacinação

Com a necessidade de facilitar o acesso da população aos testes rápidos e, mais recentemente, à vacinação contra a Covid-19, shoppings centers em diversas cidades das cinco regiões brasileiras se mostraram pontos estratégicos para a aplicação da imunização e realização de testagens. Seguindo todos os protocolos, o atendimento é realizado em sistema drive-thru.

“Os shoppings são locais estratégicos para o acesso da população aos postos de vacinação. Com a instalação de pontos drive-thru, é possível realizar testes rápidos, como fez o Shopping Eldorado, de São Paulo”, aponta Maurício.

  1. Cinema drive-in

Os estacionamentos dos shoppings, antes tão movimentados, se viram de repente esvaziados. Ao transformar esse espaço em cinemas a céu aberto, os shoppings trazem uma novidade inspirada nos antigos drive-ins americanos e contribuem para gerar, além de uma opção de entretenimento segura e confortável, um vínculo com a comunidade.

“Vimos muitos drive-ins surgirem durante a pandemia. Pessoas se organizaram para realizar casamentos, shows e até mesmo apresentações de comédia stand-up. Nos shoppings, um movimento natural foi usar os espaços como cinemas. Essa foi uma forma muito inteligente de continuar lucrando com um serviço que é quase exclusivo dos shoppings”, comenta o especialista.

  1. Conceito omnichannel

A internet já faz parte do dia a dia dos brasileiros há anos, mas a pandemia mostrou que essa é uma ferramenta poderosa no relacionamento entre consumidores e empresas. O digital hoje é um caminho sem volta, e o uso de canais alternativos de venda e de mídias online para a comunicação entre lojistas e o público se intensificou no último ano. O conceito omnichannel, estratégia de uso simultâneo e interligado de diferentes canais de comunicação com o objetivo de estreitar a relação entre o online e o offline.

“É fato que o varejo online nunca substituirá a importância da loja física. Mas a digitalização de tudo, até mesmo de nossas relações, fez com que as pessoas mudassem a forma como interagem entre si e com as empresas, e impôs o investimento na alternativa complementar das compras digitais. O omnichannel é um caminho sem volta, até mesmo após a vacinação e reabertura dos shoppings”, diz Maurício.

  1. Marketplaces

A criação de marketplaces, e-commerces que reúnem diversos lojistas em um único site, transformou os shoppings em um espaço virtual onde as compras podem ser feitas online, em um único carrinho, sem que o consumidor precise sair de casa e da loja.

“Essa foi uma inovação que quebrou um paradigma de mercado.Os lojistas das lojas acabaram migrando para marketplaces, ambiente que oferece uma solução pronta para as vendas. Desta forma, os comerciantes podem continuar atendendo os clientes e consequentemente continuarem lucrando durante este difícil período”, explica o especialista.

  1. Campanha #VaiDarCerto

Transmitir mensagens de esperança e otimismo é essencial em momentos de dificuldade. Durante a pandemia, inúmeros empreendimentos participaram da campanha online #VaiDarCerto, fazendo publicações em redes sociais para difundir uma corrente do bem entre os shoppings centers.

“Um de nossos projetos, o Shopping Center 3, de São Paulo, participou da campanha com postagens nas redes sociais, e convidou empreendimentos de outras cidades para integrarem a corrente. A união faz a força e, por mais difícil que a situação esteja no momento, é importante lembrar que vai dar certo no final”, complementa Maurício.

Sobre a Nassau Empreendimentos

A Nassau Empreendimentos, criada em 1991, atua há quase 30 anos no mercado de shopping centers nacional e possui uma carteira de clientes diversificada com mais de 100 projetos em diferentes centros comerciais, além de uma participação societária em quatro empreendimentos.

A empresa atua em todas as etapas dos centros comerciais: planejamento, implantação, administração e comercialização. Fazemos também projetos de consultoria e revitalização. Nossos processos são enxutos e eficientes, almejando sempre prover aos empreendedores boas estratégias que levam em conta a longa experiência que temos no setor, a vivência com os consumidores e lojistas dentro de um mercado sempre em constante mudança.

Nós utilizamos cookies para analisar e melhorar sua experiência de navegação e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao navegar pelo site, você concorda com este monitoramento e o uso de cookies. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.