Imprensa / Notícias do Setor / Espaço do Associado

04/06/2018



TENCO SHOPPING CENTERS COMEMORA RESULTADOS NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE


Tenco Shopping Centers Comemora Resultados No Dia Mundial Do Meio Ambiente

Só em 2017, empreendimentos do Grupo reciclaram 750 toneladas de resíduos, além de atenderem aos objetivos de desenvolvimento sustentável n°06 e n° 13 da ONU

 

Celebrado anualmente no dia 5 de Junho, o Dia Mundial do Meio Ambiente reúne atenção e ação política de povos e países para aumentar a conscientização e a preservação ambiental. Com intuito de levar desenvolvimento e responsabilidade ambiental às cidades-polo no interior do Brasil, o Instituto Tenco vem atuando intensamente para minimizar impactos e conscientizar a população da importância da preservação e cuidados com o meio ambiente.

 

O Instituto já é considerado referência em ações sustentáveis no país em razão das diversas ações implantadas para dar destinação adequada aos resíduos produzidos nos shopping centers do Grupo Tenco.  

 

Projeto Resíduo Zero - Itaquaquecetuba

No modelo tradicional, 63% dos resíduos seriam encaminhados ao aterro sanitárioCom um projeto sustentável e pioneiro no Brasil, o Itaquá Garden Shopping, em Itaquaquecetuba-SP, oferece um sistema de captação, tratamento e destinação dos resíduos gerados pelo centro de compras. O foco está no resíduo orgânico gerado pela praça de alimentação, onde os restos são separados para o descarte de forma seletiva.


 

O modelo utilizado pelo Itaquá Garden Shopping otimiza a separação dos resíduos sólidos do orgânico e dá para cada lixo a destinação correta. A preocupação com o meio ambiente vai além da segregação dos resíduos, pois disponibiliza aos frequentadores alternativas para realizarem o descarte correto de resíduos, pautada na educação ambiental e implementação de um modelo a ser seguido pela sociedade.

 

O resíduo orgânico é compostado no próprio empreendimento, produzindo adubo para o cultivo de uma horta saudável e totalmente orgânica. Além disso, a compostagem não requer equipamentos caros, mas sim a organização de um processo simples e estrutura básica. Quanto mais orgânico for o adubo e menos componentes químicos ele tiver, melhor será a terra para fertilizar a terra.

 

Graças a compostagem e segregação dos 63% dos resíduos, não foram enviados ao aterro. O shopping deixou de emitir anualmente:

 

O mall conta também com um moderno sistema de tratamento de água e efluentes. A estação tem capacidade para tratar até 2.295 m³ de efluente sanitário por mês, podendo o mesmo ser lançado na rede de afastamento da Sabesp ou reutilizado em vasos sanitários e mictórios.

 

A tecnologia utilizada é a "ultrafiltração", que faz a separação física tanto das partículas e sólidos em suspensão, como de matéria orgânica e metais solúveis oxidados previamente e que estiverem presentes na água. O efluente tratado, partindo da qualidade de água desejada, pode ser reutilizado como água de processo, água de bombeio, ou água para utilidades industriais.

 

Sabão Garden

Em Juazeiro do Norte-CE, o Cariri Garden Shopping realiza uma ação que destina restos de óleo vegetal das lojas de Alimentação para uma empresa especializada que transforma o material em sabão orgânico. Atualmente o empreendimento gera 250 litros de óleo ao mês e o sabão produzido é utilizado dentro do próprio shopping durante as limpezas, doado para instituições carentes, funcionários, lojistas, além de abastecer as diversas campanhas de conscientização realizadas no Garden. É importante ressaltar que 1L de óleo é capaz de poluir até 20 mil litros de água potável.

 

O projeto iniciado no meio de 2016 tem ganhado força e novas ações. Hoje o Cariri Garden Shopping conta com um sistema de automação de equipamentos, acionando-os somente quando necessário e de maneira inteligente, evitando desperdício de energia. Parte do mobiliário do mall é feito de pallets reaproveitados, reduzindo o lançamento de resíduos no meio ambiente, além de projetos de incentivo ao respeito e preservação do meio ambiente, como a caminhada ecológica e doação de mudas de árvores nativas. Só em 2017 o empreendimento doou para os seus convidados cerca de 1.000 mudas em parceria com órgãos públicos e privados.

 

"A reciclagem poupa os recursos naturais, reduz a poluição e cria empregos. Isso está alinhado ao "Conceito Garden", que está arraigado em nosso DNA, tanto que aparece nos nomes dos empreendimentos. Este conceito se baseia no tripé ecologicamente correto, economicamente viável e socialmente justo, buscando para implantar e consolidar as melhores práticas de gestão socioambiental”, enfatiza Adriana Gribel, Presidente do Instituto Tenco.

 

 

Lixo Reciclável em Jaraguá

Desenvolvido em Jaraguá do Sul-SC, o projeto tem como objetivo a destinação e reciclagem de todo o lixo produzido pelo Jaraguá do Sul Park Shopping, em parceria com uma entidade devidamente licenciada - a Associação de Recicladores Jaraguaenses. Ao todo, 76 toneladas anuais de resíduos que seriam destinadas ao aterro sanitário, foram recicladas, evitando impactos negativos para o solo, nascentes e saúde humana. Em razão desta parceria, a Associação cresceu e ampliou seu quadro de cooperados, passando de 22 para 28, com renda mensal média de R$ 1.100,00 para cada colaborador.

 

"Incentivamos nossos lojistas e colaboradores para que cada uma faça sua parte, realizando a separação do resíduo produzido em sua loja ou espaço de trabalho. Estamos implantando um modelo pioneiro no Brasil, e em alguns de nossos shoppings, já conseguimos reciclar mais de 70% do lixo produzido. Isso nos faz aderentes aos "Objetivos de Desenvolvimento Sustentável" n°06 e n° 13 da ONU", destaca Adriana.

 

“O Instituto Tenco está aqui para contribuir para o desenvolvimento social, econômico e também ambiental, porque acreditamos que podemos ajudar positivamente na busca por soluções que viabilizem a preservação do meio ambiente para as próximas gerações”, afirma Gribel.

 

Em Taubaté-SP, um projeto semelhante, desenvolvido pelo Via Vale Garden Shopping, separa resíduos para as indústrias de plástico, vidro e papel. Antes da implantação do projeto, as famílias envolvidas obtinham renda mensal de aproximadamente R$ 160,00. Por garantir um fluxo regular e processo estruturado desde a triagem, a renda foi ampliada para R$ 900,00 ao mês.