Imprensa / Notícias do Setor / Espaço do Associado

17/01/2018



“OTO E GAIO NO FUNDO DA IMAGINAÇÃO” TRAZ EXPERIÊNCIA ÚNICA PARA PÚBLICO


“Oto e Gaio no fundo da imaginação” traz experiência única para público

 Com formato inédito, espetáculo convida adultos e crianças para viverem aventuras muito divertidas nas profundezas do mar

 

Estreou no último sábado (13) na Praça de Eventos do Catuaí Shopping uma atração para agradar em cheio toda a família. O espetáculo digital “Oto e Gaio no fundo da imaginação” proporcionou momentos únicos a adultos e crianças, que puderam sentir como é realmente estar no fundo do mar.

 

Além do cenário que conta todos os detalhes típicos do mar, como conchas e areia de verdade, o espaço reserva algumas atividades para as crianças. Além de surpreender com um polvo gigante logo na entrada, o local conta com mesinhas para os pequenos colorirem desenhos, tirarem muitas fotos com efeito incrível em um adesivo 3D e ainda se divertirem com o game “Oto Corrida do Ouro”. O jogo chama atenção por utilizar um sensor que capta os movimentos do jogador, movendo o personagem em uma pista de corrida cheia de moedas. Tudo claro, no fundo do mar.

 

A atração ganha vez pela forma diferenciada de interação não só com as crianças, mas também com os adultos. O polvo Oto, completamente digital, conversa diretamente com o público, o colocando para cantar, dançar e participar das brincadeiras que o próprio polvo propõe. Seu amigo, o peixe Gaio, garante sua presença muito especial durante a atração. Fora das telonas, quem comanda o espetáculo são os piratas Capo e Carolla, que também não deixam ninguém ficar parado. Os marujos completam a festa ao recepcionar as crianças cheios de estilo.

 

O servidor público Wagner Faverzani aproveitou o sábado e acompanhou o filho Gustavo de seis anos durante toda a apresentação. “É bem diferente de tudo que ele tinha visto até hoje. Ele gostou muito e se divertiu de monte!”, anima-se Wagner, que garante que a atração também prendeu sua atenção. “Achei muito bacana! E quanto mais vezes tiver atrações como essa por aqui, melhor para nós”, completa.

 

A reação das filhas da professora Maria Carolina também foi de muita alegria. As irmãs Bianca e Rafaela, de dez e cinco anos ficaram animadas com a apresentação. “Elas interagiram muito! A menor ficou muito animada”, comenta.

 

Já a engenheira florestal Ana Érika não acompanhou o espetáculo, mas levou os filhos Felix e Vinzenz para conferir o espaço. “O mais novo não queria entrar, até que o irmão mais velho o convenceu. Na saída, o pequeno saiu pulando de alegria e muito sorridente. Acho que isso já fala pela atração”, opina Ana, que ficou encantada com a estrutura. “Bem diferente e muito interessante”, finaliza.