Imprensa / Notícias do Setor / Notícias do setor

28/05/2015



COMO SER DIFERENTE QUANDO TODOS ESTÃO CADA VEZ MAIS IGUAIS?


Segundo dados da Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers), o Brasil tem hoje 527 shoppings espalhados por todo o território. Todas capitais brasileiras possuem um shopping. Com crescimento de 10,1% em 2014, os shoppings atraíram público de 431 milhões de pessoas por mês, o que significa que o brasileiro, neste período, frequentou este tipo de estabelecimento pelo menos duas vezes por mês.

Com tantas opções, o que diferencia hoje um shopping de outro? Em um mundo onde grandes marcas são onipresentes e não podem faltar em nenhum empreendimento, os shoppings estão cada vez mais iguais. Para se destacar em um mercado grande e cada vez mais concorrido, os eventos no mall estão ganhando força como uma ferramenta de marketing e comunicação com o público frequentador do shopping. 

Para Tom Abrão, sócio da empresa B2mall, especializada em shoppings centers, os eventos são uma forma do shopping levar produtos de entretenimento familiar, destacando-se com opções diferentes das habituais que já possui. “O shopping tem que ter algo que faça o cliente perceber essa diferença de um para outro e, assim, cada vez mais negócios nas áreas de entretenimento familiar e cultura ganham espaços. Eventos com conteúdo estão crescendo e deixando de ser só mais uma operação dentro do shopping - o cliente quer uma experiência e é nisso que nós trabalhamos: conteúdo e experiência” 

E não ache que o evento em mall é coisa para crianças. Envolver toda a família é mais uma estratégia que a B2mall utiliza em seus conteúdos. “Hoje temos 10 eventos diferentes e em que toda a família participa ativamente, passando pela experiência juntos. Nossos conteúdos são planejados para ter alto impacto: exposições, conteúdos interativos, intervenções e ações, pois tudo que o público quer hoje é participar e compartilhar”, afirma Abrão.

Já para Andrea Bigaiski, produtora executiva, há mais argumentos que comprovam que o entretenimento familiar nos eventos de mall está crescendo: “Há muitas pesquisas que mostram que a família vai para o shopping por várias opções e nem sempre a compra é a principal delas”. A busca por atividades em que todos possam participar está cada vez mais comum. Cinemas, lojas de games ou espaços infantis também já não são mais novidades ou fatores determinantes para esse passeio, já que em muitos casos esses locais não estão preparados para receber toda a família ou nem fazem questão disso.


A diferença pode gerar receita

Há outro segmento de eventos que também pode ser uma opção de levar mais público para seu empreendimento e ser também considerado diferencial em meio à concorrência: os eventos de negócios. 

Os eventos de negócios são uma oportunidade para o departamento de Mall e Mídia que podem aproveitar a considerável taxa de vacância nos novos empreendimentos e usar de forma criativa, gerando negócios e receitas. “Os departamentos comerciais dos shoppings estão lá para vender os espaços do empreendimento, seja no mall ou lojas ainda vazias. Não faz parte da expertise do negócio organizar eventos, por isso pensamos nesses produtos e ajudamos os departamentos comerciais e potencializarem seus espaços ociosos”, diz Andrea, que ressalta ser fundamental a parceria com os shoppings, já que nesse caso envolve a proposta de gerar receita para o empreendimento.

Ir ao shopping e poder visitar uma feira imobiliária ou uma feira gastronômica, participar de workshops de decoração ou de degustações e palestras, são algumas das várias opções que a B2mall também tem em seu portfólio e que podem ser “a cereja do bolo” para um shopping se destacar do outro. Para Alexander Baer, professor da FGV, palestrante e coaching, “Uma organização pode se destacar de seus competidores diferenciando seus produtos/serviços ou a maneira como os produtos/serviços são entregues aos clientes”. 

Há também o outro lado: as marcas que compram espaços dentro dos shoppings para fazerem suas ações promocionais muitas vezes não sabem o que fazer e acabam fazendo o mesmo: quiosque, vendedor e distribuição de brindes. Essa fórmula também está ultrapassada, explica Tom Abrão, “quando montamos um evento de negócios pensamos em oferecer mais que um simples stand de venda. Nosso objetivo é que a marca aproveite que o público está mais aberto a passar por alguma nova experiência”. 

Website: http://www.b2mall.com.br