Imprensa / Notícias do Setor / Espaço do Associado

19/10/2017



MEGA MODA SHOPPING E LIGAS DE ONCOLOGIA E GINECOLOGIA DA PUC SE UNEM POR OUTUBRO ROSA


Lenços doados no shopping serão destinados à APCAM

 

No dia 28 de outubro, das 8h às 13h, o Mega Moda Shopping juntamente com as Ligas de Oncologia e Ginecologia da PUC Goiás farão uma forte campanha pelo Outubro Rosa para clientes e lojistas se conscientizarem sobre a importância do autoexame e do cuidado com a saúde. Para ajudar nesta campanha, a Drogasil aferirá a pressão de quem passar pela Passarela, onde a ação acontecerá, e algumas mulheres que enfrentaram a doença, indicados pelo CEBROM, desfilarão pelos corredores com camisetas do Hospital do Câncer. Além disso, os lenços doados durante todo o mês serão entregues à APCAM – Associação dos Portadores de Câncer de Mama.

 “Todos os anos fazemos um evento grande pelo Outubro Rosa para chamar a atenção dos nossos clientes e lojistas. A maioria dos clientes do shopping é formado por mulheres e precisamos ser um canal de divulgação para um tema tão importante. Por isso, além das ações, também colocaremos frases com dados sobre o câncer de mama pelo shopping com o objetivo de impactar”, afirma a Gerente de Marketing do Mega Moda Shopping, Adriane Teixeira.

O câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres e a segunda principal causa de morte na América Latina, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Entre todos os tipos de câncer, o de mama é o que mais mata mulheres na faixa dos 20 aos 59 anos no mundo. O Inca (Instituto Nacional de Câncer) estimou 57.960 novos casos de câncer de mama no Brasil em 2017.

Mega Moda

 

Com mais de 35.500 m² de área construída e 9.280 de área locável (ABL), um hotel interligado ao seu complexo, além de 700 vagas para carros de passeio e 60 para ônibuse 05 praças de alimentação, o Mega Moda Shopping possui 1.300 lojas de todos os segmentos. Inaugurado em 2011 na região da 44, em Goiânia, o complexo se tornou em pouco tempo o maior shopping atacadista de moda do país, recebendo em média 600 mil pessoas/mês de todas as regiões do Brasil, e até do Paraguai.