Imprensa / Notícias do Setor / Espaço do Associado

11/10/2017



BOULEVARD SHOPPING APRESENTA A EXPOSIÇÃO “APOLÔNIAS DO BEM” A PARTIR DESTA QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO, COM ENTRADA GRATUITA


MOSTRA FOTOGRÁFICA É RESULTADO DO TRABALHO DA ONG TURMA DO BEM QUE DEVOLVE AUTOESTIMA ÀS MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA POR MEIO DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO

 

A partir desta quinta-feira, 12 de outubro, o Boulevard Shopping BH traz o tema da violência contra a mulher com a exposição “Apolônias do Bem”. O Projeto criado pela ONG Turma do Bem reúne fotos de mulheres - cis e transexuais, atendidas pela instituição, que sofreram violência e tiveram os dentes danificados por conta da agressão. A Turma do Bem disponibiliza todo o tratamento odontológico para estas vítimas. A mostra gratuita fica até 29 de outubro no Piso 2 do Boulevard.

Na exposição, os visitantes terão a oportunidade de acompanhar as fotos dessas mulheres atendidas pela ONG, mostrando o antes e depois, apontando a transformação que a intervenção causou na vida delas. A ideia é mostrar não só a transformação física, mas a mudança psicológica de cada uma.

Pedro Barbosa, gerente de Marketing do Boulevard BH, conta que está é uma exposição de forte carga emocional, mas também de uma grande sensibilidade fotográfica. “Precisamos falar dessa violência que muitas mulheres sofrem até hoje. E a exposição Apolônias do Bem retrata de uma forma muito bonita a recuperação física e psicológica dessas mulheres agredidas, a transformação na autoestima após passarem pelo tratamento. A forma como cada uma é retratada deixa claro esta transformação e traz também essa discussão da violência”, finaliza.

 

SERVIÇO: Exposição “Apolônias do Bem”

Local: Piso 2 do Boulevard (Av. dos Andradas, 3.000, Santa Efigênia )

Período: 13 a 29 de outubro, das 10h às 22h

Organização e Curadoria: ONG Turma do Bem

Entrada gratuita

Informações: www.boulevardshopping.com.br ?2538-7438/ 7439

 

SOBRE A APOLÔNIAS DO BEM

Desde sua criação, em 2012, o projeto Apolônias do Bem já atendeu cerca de 750 mulheres em todo o Brasil. As beneficiárias são selecionadas após triagens realizadas em casas de apoio e organizações sociais. São priorizadas as mulheres com problemas odontológicos mais graves, que sustentam a família e retomaram os estudos ou estão fazendo cursos de capacitação profissional. 

Os tratamentos são oferecidos por uma rede de dentistas voluntários. Uma vez no programa, as apolônias (como as beneficiárias são chamadas) e os profissionais que as atendem são acompanhados pelos funcionários da Turma do Bem até que os tratamentos se encerrem. 

O projeto é reconhecido pela Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres) e faz parte da UNA-SE pelo fim da violência contra as mulheres, campanha do Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.