Imprensa / Notícias do Setor / Notícias do setor

09/06/2017



4 AÇÕES PARA MANTER A LOJA FÍSICA RELEVANTE




É possível manter a relevância da loja física em tempos em que a era digital impera? Para Joe Jackman, o maior reinvencionista do mundo, sim. O especialista conta como realizar mudanças profundas nas empresas, mesmo em tempos de crise, e o que torna as lojas físicas ainda importantes na jornada de compra dos consumidores.


1. Esteja focado no cliente

“Compreenda e foque em satisfazer as necessidades e demandas dos consumidores que você está focado. Tentar ser todas as coisas para todas as pessoas é a receita para desastre”, diz o especialista.


2. Não dê aos consumidores uma razão para deixar de selecionar você

“Seja ótimo no básico todos os dias, lembrando que antes de você vencer a corrida, você deve se certificar de que não será desqualificado para ela”, afirma.


3. Seja ótimo em entregar o novo

“Se existisse um segredo infalível no varejo físico hoje é sempre dar uma razão para o consumidor visitar a loja e descobrir o novo e o incrível. Enquanto consumidores podem estar dispostos a encontrar o que é novo online, lojas têm uma grande vantagem de poder gerar tráfego naturalmente por serem multidimensionais e sensoriais.”


4. Faça com que a interação humana conte

Segundo o executivo, as lojas têm uma vantagem em relação ao online, porque elas trazem consumidores em contato direto com os vendedores da loja. “Mesmo se o seu modelo de negócio não é focado em muita interação com o consumidor, tenha a certeza de que todo contato seja positivo e reforce a marca que você pretende ser”.


Embora não seja específico para nenhuma marca ou estratégia, cada uma dessas ações, segundo o executivo, é experimental. “E isso importa porque a própria fórmula do valor está sendo redefinida como ‘experiência acima do preço’, e pela primeira vez na história, os gastos com experiência ultrapassam os gastos com bens”, explica.


“Quanto mais os varejistas descobrirem e entregarem experiências valiosas para os consumidores de hoje, mais eles serão recompensados com o crescimento dos gastos com itens de preços regulares, com frequência e lealdade”, finaliza.


Fonte: Novarejo