Imprensa / Notícias do Setor / Notícias do setor

06/06/2017



CONHECENDO AS PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS DO SETOR DE SHOPPING CENTERS



Confira os dados preliminares capturados pelos programas ACIONE-SE PELA VIDA, e ACIONE-SE PELO PLANETA, da Abrasce, sobre o envolvimento do setor em ações socioambientais

Por Ticiana Werneck, da Abrasce

 

Quanto de lixo os shoppings brasileiros reciclam por ano? Quantos shoppings realizam algum tipo de programa social? Quantos usam produtos de limpeza ecológicos? Agora é possível responder a estas perguntas.

Estes e muitos outros dados estão compilados na preliminar dos programas da Abrasce, ‘Acione-se Pela Vida’ e ‘Acione-se Pelo Planeta’, cujo propósito é captar dados dos shoppings e reuni-los em uma só plataforma para gerar inteligência e análises sobre a atuação da indústria neste âmbito.

Assim, o setor de Shopping Centers tem, agora, um retrato de seu envolvimento com o tema socioambiental.  

160 shoppings participaram desta etapa da pesquisa, fornecendo dados que tornaram possível a consolidação de um relatório. Estas informações serão usadas para retratar e dar visibilidade ao que vem sendo feito.

Por exemplo, sabia que 87% dos shoppings brasileiros reciclam seu lixo, num total de 412 mil toneladas ao mês? Ao traçar uma média por shopping, tem-se cerca de 3 mil toneladas ao mês.

Em relação ao uso consciente de energia elétrica, a maioria dos malls, 94%, possui alguma ação de economia, seja o uso de lâmpadas de alta eficiência, uso inteligente de ar condicionado ou automação de iluminação – embora apenas 23% use escadas rolantes inteligentes.

 

Manter áreas verdes também é uma prática comum entre os shoppings brasileiros. 73% dos respondentes disseram que colaboram na manutenção de áreas como praças e canteiros de vias públicas, jardins e terrenos de preservação ambiental.

Outros indicadores ajudam a aumentar a nitidez das iniciativas realizadas. Sabe-se hoje, por meio dos programas da Abrasce, que 65% dos shoppings faz planejamento de compras e uso sustentável de recursos materiais, como itens de escritório e limpeza, com foco no uso consciente - a maioria afirmou usar inclusive produtos de limpeza ecológicos de limpeza e higiene em suas instalações. Já em relação a emissão de gases de efeito estufa, há um caminho a se percorrer: apenas 28% realiza alguma ação de controle da emissão.

O setor se mostrou bastante atuante em movimentos de transformação social. 95% dos respondentes da pesquisa realiza algum programa social, como projetos de mobilidade, inclusão social, educação e conscientização, ou doações. Ações sociais voltadas aos funcionários são, entretanto, empreendidas pela minoria: apenas 34%.

As campanhas de doação são um ponto alto. Praticadas por 74% dos shoppings, é difícil precisar um número exato do volume arrecadado, uma vez que boa parte deles não possui a informação. Entre os shoppings que contabilizam, o volume arrecadado chegou, no último ano, a mais de 26 mil peças de agasalhos doados e mais de 22 toneladas de alimentos.

718 mil pessoas foram impactadas por projetos de educação e conscientização mantidos por Shopping Centers brasileiros, a Abrasce apurou. Entre estes projetos estão iniciativas ligadas à saúde, como campanhas de doação de medula óssea e sangue, e práticas esportivas; ligados ao meio-ambiente, como campanhas de preservação do mangue, uso consciente de energia elétrica e água; e ligados à sociedade, como campanhas de educação no trânsito, formação profissional e acessibilidade.

 

Os programas socioambientais da Abrasce são contínuos, e os shoppings podem continuar participando por meio do questionário online: https://pt.surveymonkey.com/r/2M22XBT