Imprensa / Notícias do Setor / Notícias do setor

12/10/2016



CONFIRA NOSSO GIRO DE NOTÍCIAS PELAS NOVIDADES DO VAREJO DESSA SEMANA


Renner abre no Morumbi Town - A rede, de 285 lojas, inaugurou sua mais nova unidade no Shopping Morumbi Town, recém-inaugurado em São Paulo. Com investimento de R$ 5 milhões, a nova loja conta com uma área total de 2 mil metros quadrados.

 

Supermarket inaugura sua 87ª loja, no ParkShoppingCampoGrande - O grupo Supermarket comemora a abertura de sua 87ª loja em apenas sete anos de atividades. A nova unidade, em Campo Grande, tem 1300 m², um portfólio de oito mil itens e 213 funcionários, entre os quais jovens aprendizes e deficientes físicos.

No primeiro semestre de 2016 já foram inauguradas sete filiais, com previsão de fechar o ano com um aumento de 20% em vendas, em relação ao ano anterior.

Comprar muito bem para vender cada vez melhor é a chave do sucesso, acreditam os sócios que, em 2013, apostaram numa série de comerciais nos quais uma simpática senhora enfatiza os preços baixos oferecidos, no bordão "Supermarket é preço". A propaganda gerou identificação do público, ajudou a popularizar a marca e, consequentemente, atrair mais consumidores.

A rede foi criada em 2009, com a associação de empresas supermercadistas de pequeno, médio e grande porte do estado do Rio de Janeiro. O objetivo dos sócios sempre foi ser referência de preço no varejo, e para isso mantêm uma forte estratégia de negociação com todas as indústrias de cada segmento. Hoje o Supermarket é a maior rede associativa do Brasil, conforme pesquisa da ABRAS de 2015, composta por 26 empresas,87 lojas, 77.450m2 de área de venda e 10.400 funcionários.

 

Varejo e serviços já contratam para o Natal – Segundo dados divulgados na última sexta-feira pela Fecomercio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo) o índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) registrou alta de 2% em setembro, chegando a 89,3 pontos, maior valor registrado desde março de 2015.

A Luandre, agência de empregos, com 11 unidades em três estados, já sente essa tendência de aumento da confiança desde julho, quando começaram a entrar as primeiras vagas temporárias.

Na primeira semana de outubro entraram 1.750 novas vagas para empregos temporários para final de ano. Além disso, a Luandre busca cerca de 1.200 profissionais para vagas já em processo de seleção. “Historicamente, em outubro as primeiras vagas temporárias para o varejo começam a aparecer, mas percebemos a confiança dos empresários indo além dos temporários”, afirma Fernando Sanroman Baeta Medina, diretor de Operações da Luandre.

De acordo com dados divulgados pela Sindeprestem (Federação Nacional e Sindicado das Empresas de Terceirização e de Trabalho Temporário no Estado de São Paulo) o Natal deve gerar cerca de 101 mil vagas em todo o país, sendo que os temporários contratados em situação de primeiro emprego podem chegar a 20,2 mil. 

“O emprego temporário é um grande trunfo para os empresários, que podem adequar seu quadro de funcionários à demanda sazonal, e uma excelente oportunidade para os candidatos que garantem dois ou três salários e têm a oportunidade de efetivação. Entre nossos contratados a média de efetivação para vagas temporárias é entre 35% e 40%”, conclui Fernando.


Panvel inaugura primeira loja em São Paulo - A Panvel, uma das mais tradicionais redes de farmácias do Sul do país, abre as portas de sua primeira unidade em São Paulo. Com 370 metros quadrados e investimento de R$ 1 milhão, a loja, localizada no novo Shopping Morumbi Town, passa a ser o cartão de visitas da marca na capital paulista. A inauguração faz parte da estratégia de expansão da Panvel, que espera abrir, até o final de 2016, um total de 38 lojas nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

A decisão de abrir uma loja na capital paulista foi motivada por uma demanda dos próprios clientes e simpatizantes da marca que residem na cidade, através das redes sociais e da panvel.com, a loja online com entrega para todo o Brasil. O público de São Paulo já representa o segundo maior mercado da loja online e ocupa o terceiro lugar no ranking da Panvel no Facebook, que conta com mais de 1,4 milhões de seguidores.

“Um dia já se falou que as lojas online acabariam com as físicas. Mas o que está acontecendo é exatamente o contrário: estamos abrindo uma loja física em São Paulo por conta de uma demanda dos nossos clientes online. O mundo digital pressiona cada vez mais as marcas a abrirem lojas físicas, então, não vamos nos limitar ao site”, afirma o diretor presidente do Grupo Dimed, Julio Mottin Neto.

A loja dará uma grande ênfase para produtos de higiene e beleza, segmento que mais cresce na rede e cujas vendas já representam 35% do seu faturamento. Com participação de 18% da venda total deste segmento, os produtos Panvel terão destaque. A nova loja oferecerá os 500 itens da marca, que incluem maquiagens, proteção solar, produtos ortopédicos, infantis e cuidados específicos para homens. Uma outra novidade será um espaço de conveniência, com venda de acessórios para celular e um mix diferenciado de produtos infantis, com banheiras e ofurôs para os bebês.

Conforme Mottin, a loja segue um padrão novo em fase de testes com mais espaços de mostruário para experimentação de produtos e sinalização de itens mais destacada. “Esse modelo busca aumentar as vendas por impulso e facilitar o fluxo do cliente”, afirma.

Com 43 anos de história, a Panvel possui mais de 350 lojas que priorizam a qualidade da experiência de compra e oferecem mais de 15 mil itens entre medicamentos e produtos de higiene e beleza. A rede faz parte do Grupo Dimed, também detentor da distribuidora de medicamentos Dimed e do laboratório Lifar, divisão de desenvolvimento e fabricação de cosméticos, medicamentos e alimentos, responsável pela elaboração de produtos para grandes marcas no Brasil e no exterior, além dos produtos de marca própria Panvel.

A rede de farmácias tem mantido nos últimos anos um crescimento médio de 10% ao ano no número de pontos de venda. A expectativa é encerrar o ano com mais de 380 filiais, que exigirão investimentos de R$ 35 milhões. Em 2015, o Grupo Dimed faturou mais de R$ 2 bilhões.

 

Você q Faz abre quiosque no Shopping Eldorado  - A marca que vende itens para customização, presente na internet, abriu seu primeiro ponto de venda físico, no Shopping Eldorado.

 

Casas Bahia, Extra E Pontofrio Lançam Programa De Coleta De Eletroeletronico De Grande Porte - A partir de outubro, as lojas Casas Bahia, Extra e Pontofrio localizadas na região da Lapa (SP), ampliarão o programa de logística reversa de resíduos elétricos e eletrônicos (REEE) para produtos de grande porte como: TVs, geladeiras/freezers, fogões, máquinas de lavar/secadoras e aparelhos de ar-condicionado. A iniciativa faz parte do projeto descarte On, em parceria com a japonesa JICA (Japan International Cooperation Agency), que iniciou em abril deste ano a coleta de eletroeletrônicos de pequeno em porte (liquidificadores, espremedores, ferros de passar, aparelhos de áudio e vídeo, câmeras fotográficas e filmadoras, além de computadores, laptops e celulares) nas lojas e com a ABREE – Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos, que é a gestora de produtos no pós consumo para indústria, além do suporte tecnicamente ao projeto descarte On

 

A partir de agora, o cliente que comprar eletroeletrônicos de grande porte em qualquer uma das lojas participantes poderá solicitar a coleta do produto antigo em domicílio. Esta coleta tem o valor simbólico de R$ 10,00 por unidade e está restrita ao mesmo tipo e mesma quantidade dos eletroeletrônicos comprados, ou seja, o cliente que adquirir uma geladeira poderá descartar uma geladeira e, assim por diante. O valor irá cobrir parte do custo de transporte para a coleta que vai abranger apenas o município de São Paulo. Demais custos serão cobertos pela JICA. O prazo para o agendamento é de 10 dias uteis a partir da data da compra do eletroeletrônico novo.

 

“Com esse projeto reforçamos a mensagem da responsabilidade compartilhada, mostrando que todos podem contribuir para uma melhor gestão de resíduos de uma sociedade, além de oferecermos uma solução para nosso cliente, que muitas vezes não sabe o que fazer com o produto antigo”, conta Paulo Pompilio, diretor de Relações Institucionais do GPA.