Imprensa / Notícias do Setor / Notícias do setor

17/08/2016



ENTREVISTAMOS O CEO DA BLOOMIN BRANDS NO BRASIL



Unidades brasileiras das marcas da Bloomin’ Brands servem de modelo para restaurantes de outros países; CEO irá palestrar no 14o. Congresso Internacional de Shopping Centers, promovido pela Abrasce em setembro

 

Por Christye Cantero



 

 

A Bloomin’ Brands, detentora das marcas Abbraccio Cucina Italiana, Outback Steakhouse, Fleming’s Prime Steakhouse & Wine Bar, Bonefish Grill e Carrabba’s Italian Grill, tem mais de 1.400 restaurantes espalhados por 20 países. Há 19 anos no Brasil, a rede Outback Steakhouse tem 79 unidades em território nacional. Há pouco mais de um ano, a Bloomin’ Brands trouxe ao país a Abbraccio Cucina Italiana, que hoje tem seis unidades e, assim como o Outback, é uma marca do segmento de casual dining.

 

Recentemente, o grupo inaugurou a Fleming’s Prime Steakhouse & Wine Bar, que totaliza 67 restaurantes nos Estados Unidos e abriu o primeiro restaurante no mercado brasileiro em março deste ano. A marca está no segmento de fine dining, com públicos e propostas diferentes.

 

Em entrevista à revista Shopping Centers, Salim Maroun, presidente da Bloomin’ Brands no Brasil, fala sobre o atual momento da companhia no país, os pilares e diferenciais das marcas do grupo e sobre a importância dos shoppings para a instalação dos restaurantes da empresa.

 

 

 

Revista Shopping Centers   Desde 2015, as empresas que operam no Brasil têm adiado e cancelado investimentos e reduzido o custo das operações. No sentido contrário, a Bloomin’ Brands traz ao país novas redes de restaurantes. O grupo chegou a pensar em adiar essas inaugurações?


Salim Maroun   A escolha do Brasil para iniciar a expansão da marca foi exatamente porque acreditamos no país, confiamos no potencial do mercado e fazemos investimentos a longo prazo. O estilo e o hábito de comer fora de casa têm se fixado no Brasil e, por isso, trazer outras opções nesse segmento se mostrou uma grande oportunidade. O Brasil é um país de muita relevância para a Bloomin’ Brands e que vem apresentando crescimento significativo nos últimos anos com as marcas Outback Steakhouse e Abbraccio Cucina Italiana.

 

Revista Shopping Centers  Por que trazer o Fleming’s para o Brasil?


Salim Maroun   O país foi escolhido para ser pioneiro da expansão internacional de um conceito do grupo devido ao sucesso que o mercado local conquista ano a ano, servindo de modelo para unidades do mundo todo. Além disso, o consumidor paulistano é ávido por novidades e recebe muito bem as marcas internacionais que desembarcam por aqui. Com isso, enxergamos a oportunidade de ampliar o portfólio de marcas por meio da entrada em um segmento no qual até então não tínhamos presença, de fine dining, com Fleming’s, e oferecer para os consumidores um conceito diferenciado de steakhouse.

 

Revista Shopping Centers  O Fleming’s Steakhouse & Wine Bar tem uma proposta diferente do Outback, é mais sofisticado e, consequentemente, mais caro. O que irá atrair o público para esse restaurante?


Salim Maroun   O Fleming’s está presente nas principais cidades americanas e chegou a São Paulo com estilo de atendimento, ambiente e cardápio mais modernos do que aqueles aos quais os consumidores estão acostumados. A marca oferece uma proposta de experiência única aos seus convidados, unindo hospitalidade a um cardápio com carnes selecionadas de qualidade superior e o programa F100®, que consiste numa seleção premiada de 100 rótulos de vinho em taça. É o destino ideal para os apreciadores de comida e vinho e que procuram uma experiência gastronômica elegante, alegre e memorável.

 

Revista Shopping Centers  Como tem sido a receptividade da rede Abbraccio pelos consumidores brasileiros?


Salim Maroun   O Brasil foi o primeiro país a receber a expansão internacional da marca, que foi inspirada no conceito da americana Carrabba’s. O nome Abbraccio (abraço, em italiano) é resultado de dez meses de pesquisas realizadas em território brasileiro. A alteração aconteceu para que houvesse, em qualquer lugar do mundo, identificação entre a marca e a culinária oferecida.

Os brasileiros receberam muito bem o conceito italiano da Bloomin’ Brands e, logo nos primeiros meses, a marca teve um movimento de 10% a 15% acima do esperado. Por causa da aceitação positiva do público, a companhia desenhou um plano de expansão bastante agressivo para o Abbraccio, com expectativa de totalizar 50 unidades em cinco anos no Brasil.

No primeiro semestre de 2016, três novos restaurantes foram abertos, um no Anália Franco, que iniciou sua operação em fevereiro deste ano, e dois em Brasília, no Shopping Iguatemi Brasília e no ParkShopping. Esses três restaurantes se juntaram aos inaugurados em 2015, os dos shoppings Vila Olímpia e Market Place, em São Paulo, e a unidade do Shopping Iguatemi, em Campinas, no interior de São Paulo.

 

Revista Shopping Centers  Mesmo em tempos em que muitos estabelecimentos estão mais vazios, as lojas do Outback continuam com fila nas portas. A rede não sentiu o impacto da crise?


Salim Maroun   O grande segredo é entregar diariamente o que prometemos aos clientes: comida generosa de sabor único, atendimento descontraído e de qualidade e um ambiente acolhedor. O cliente enxerga que vale a pena comer fora de casa para celebrar, ter bons momentos e se divertir, mas ele busca lugares onde já sabe que terá uma experiência boa e completa.

Atualmente, o alto nível de interação e a quantidade de informações permitem que as pessoas saiam de casa já com destino certo. Nós entendemos que, se você entrega uma comida de qualidade, oferece um atendimento de excelência em um ambiente aconchegante, o cliente não deixará de frequentar o seu estabelecimento, assim como nunca deixou de ir ao Outback.

 

Revista Shopping Centers  Provavelmente, a rede teve de reduzir custos. Como fazer isso sem afetar a qualidade e o atendimento dos restaurantes?


Salim Maroun   A otimização dos processos dentro dos restaurantes é algo que acontece constantemente, sem relação direta com o momento atual. Estamos no Brasil há quase 19 anos e trabalhamos diariamente para entregar aos nossos clientes a melhor experiência de forma rápida, com alta qualidade e melhor custo-benefício. Isso só pode acontecer quando você cria um ambiente global da empresa em termos de produtividade.

 

Revista Shopping Centers  As unidades do Outback no Brasil ainda estão no topo do ranking mundial de faturamento da rede. A que se pode atribuir esse fator?


Salim Maroun   O Outback tem um perfil bastante agradável aos costumes brasileiros. O conceito da marca apresenta um estilo jovial e é conhecido por ter um serviço de excelente qualidade, mas de abordagem informal, com proximidade entre atendimento e clientes. É um conceito muito apreciado por pessoas que gostam de se sentir em casa e de estar em um ambiente com amigos ou familiares, confraternizando, saboreando bons pratos e, somado a isso, sendo bem servidas.

 

Revista Shopping Centers  Quais os planos de expansão das redes da Bloomin’ Brands para este ano? De que forma os shoppings entram nesse plano?


Salim Maroun   O plano de expansão da Bloomin’ Brands para o Brasil é manter o crescimento orgânico de 20% ao ano. Além das inaugurações de Abbraccio e Fleming’s que eu já citei, este ano também já inauguramos cinco unidades do Outback Steakhouse (no Shopping Taboão, no Shopping Tamboré, duas em São Paulo, capital uma no Santana Parque Shopping e outra no Shopping SP Market , e mais uma unidade em Brasília, no Shopping Venâncio) e temos mais uma já confirmada ainda para o início do segundo semestre, no Shopping Recreio, no Rio de Janeiro. O plano do segundo semestre será divulgado em breve.

Os shopping centers oferecem espaço suficiente para a instalação de um restaurante. Atualmente, os espaços urbanos são cada vez mais difíceis de conseguir. Além disso, os malls têm segurança, estacionamento e concentram outros produtos que as pessoas estão procurando, ou seja, esses empreendimentos têm toda a infraestrutura para proporcionar uma experiência positiva aos clientes.

 

 

Revista Shopping Centers Quanto as redes da Bloomin’ Brands devem faturar este ano no Brasil? Há previsão de crescimento em relação ao ano passado?


Salim Maroun   O grupo Bloomin’ Brands é de capital aberto, por isso não divulga expectativa de faturamento.

 

Revista Shopping Centers Hoje, quais os principais desafios que a empresa enfrenta no cenário atual?


Salim Maroun   Para nós, o maior desafio é manter a forte conexão que temos com nossos clientes. Para isso, em primeiro lugar, precisamos garantir três coisas fundamentais: nossa culinária generosa de sabor único, nosso atendimento descontraído e de excelência e nosso ambiente acolhedor e aconchegante. Garantindo a entrega desses três pilares, temos clientes satisfeitos e próximos de nós. Depois, e tão importante quanto, queremos dar mais motivos para que as pessoas visitem o restaurante e saiam de lá felizes. Por isso nosso calendário de marketing é bastante movimentado e trabalhamos diariamente para proporcionar aos clientes experiências surpreendentes.

 

 

*Salim Maroun irá palestrar no 14o. Congresso Internacional de Shopping Centers, promovido pela Abrasce em setembro, em São Paulo. Para conhecer outros destaques da programação, confira: http://portaldoshopping.com.br/congressointernacional/

** Matéria publicada na revista Shopping Centers, da Abrasce