Imprensa / Notícias do Setor / Notícias do setor

02/08/2016



PARA CONSTRUIR MAIS RÁPIDO E MAIS BARATO


Cantareira Norte Shopping é o primeiro mall do Brasil a usar o sistema BIM em seu desenvolvimento; superintendente fala com Portal do Shopping sobre o case

 

Por Ticiana Werneck



Inaugurado em abril de 2016, o Cantareira Norte Shopping, de São Paulo foi o primeiro shopping do Brasil a adotar o sistema BIM (Building Information Modeling), desde a fase inicial do projeto, para auxiliar no planejamento e no gerenciamento das obras em tempo real.


Segundo Geraldo Carvalho, superintendente do mall, ao usar o sistema, a economia foi de 25%. “Usamos menos pessoas e materiais, já que o sistema compatibiliza todas as etapas calculando tempo e recurso”, comenta.


Sem retrabalho e sem desperdício, o orçamento ficou bem próximo do imaginado no início do projeto, assim como o prazo: 18 meses – menor que o tempo estimado de um shopping desse porte que é, normalmente, entre 24 e 30 meses. O Cantareira Norte Shopping possui (ABL) de 27 mil m².


O BIM, conjunto de informações geradas e mantidas durante todo o ciclo de vida do edifício, é bastante usado lá fora, mas aqui no Brasil, ainda é incipiente, de acordo com Carvalho. A tecnologia permite simular os detalhes estruturais, interferências externas e internas, cálculos de eficiência energética e hidráulica, por meio da criação de um modelo tridimensional (3D) do empreendimento.

 

Dessa forma, cada um dos componentes criados no projeto pode ser automaticamente associado aos outros, possibilitando uma quantificação precisa nos elementos de orçamentos.


Na construção do Cantareira Norte Shopping, os projetos das principais disciplinas – arquitetura, topografia, fundações, estruturas de concreto e metal, instalações elétricas e hidráulicas, ar-condicionado e ventilação – foram desenvolvidos dentro dos conceitos do sistema BIM, possibilitando a realização de análises imediatas de riscos e conflitos, que somente seriam percebidos durante a execução de cada projeto. “A única dificuldade foi realmente encontrar players com expertise capazes de executar a obra usando o BIM”, observa Carvalho.


Segundo Claudio Sallum, sócio-fundador da Lumine, empresa responsável pelo planejamento, a redução de retrabalhos e de desperdício de materiais e mão de obra resultaram em uma construção otimizada e, consequentemente, em um projeto mais sustentável. “A eliminação de conflitos, que são responsáveis por até 25% dos sobrepreços durante a construção, permitiu maior eficiência e menor dispersão dos recursos”, explica o executivo. Em razão dos bons resultados, a Lumine considera usar o BIM em um próximo projeto.


Tecnologia apoiou escolhas sustentáveis

O sistema BIM também calculou as bases para um edifício mais sustentável. Para obter maior eficiência energética, a tecnologia indicou a quantidade exata de lâmpadas LED, e a localização de cada uma no ambiente.

Para reduzir desperdícios e promover o uso consciente dos recursos hídricos, o shopping contempla um modelo de instalações hidráulicas que possibilita que o projeto seja autossuficiente em termos de abastecimento de água. Além de contar com um poço artesiano que abastecerá também o reservatório de água de reúso, o Cantareira Norte Shopping possui dois sistemas de captação de água: um sistema de ar-condicionado com equipamento de termo acumulação de água gelada e um sistema de coleta de águas pluviais para reuso nos sanitários públicos e na irrigação das áreas verdes do centro comercial. Estas medidas podem gerar uma economia de aproximadamente 20% a 25% do consumo de água potável para a utilização dos sanitários públicos, 2% a 5% para a irrigação e 10% a 15% no sistema de ar-condicionado, totalizando um potencial de economia de quase 50% do consumo total das áreas comuns do shopping.

O modelo das instalações hidráulicas e ar-condicionado do Cantareira Norte Shopping possibilita a inserção de medidores de controle para realizar monitoramentos em tempo real de eventuais desperdícios e ou maus usos dos recursos hídricos nos diversos setores do centro comercial.