Imprensa / Notícias do Setor / Notícias do setor

01/07/2016



ESTACIONAMENTO: O EQUILÍBRIO DE SOLUÇÕES DE PAGAMENTO DEVE SER LEVADO EM CONTA


O autoatendimento para o pagamento do estacionamento nos shoppings no Brasil é uma realidade sem volta

 

Por Eraldo Gonçalves da Silva, Gerente Comercial para soluções de autoatendimento da Perto 

 


Há cerca de sete anos o mercado shopping centers conheceu os primeiros equipamentos de autoatendimento desenvolvidos no Brasil. Estes equipamentos eram capazes de processar um pagamento em dinheiro utilizando cédulas e moedas, e prover ao usuário o troco utilizando também cédulas ou moedas, simulando assim o costumeiro atendimento assistido nos caixas de pagamento. Em 2009, essa foi uma inovação para o setor, mas poucos empreendimentos e empresários estavam interessados em apostar na nova tecnologia que já era uma realidade no exterior.

Porém, a aposta nesta solução iria muito além de uma inovação tecnológica para o setor. Essa inovação foi capaz de transformar o setor, melhorar diversos processos, aperfeiçoar as operações de estacionamento e também ser a responsável por gerar um grande retorno financeiro aos empresários do setor.

De lá para cá, essa tendência só foi aumentando ano após ano, e o número de usuários que preferem essa forma de interação e pagamento é cada vez maior.

Nos últimos anos, o setor do varejo, mais especificamente o de shopping centers, teve que mudar e se adaptar rapidamente aos avanços tecnológicos e também aos costumes das gerações X, Y e Z para manter e conquistar novos clientes.

Cada geração tem seus costumes e seus valores. A geração X por exemplo é mais conservadora, sendo que a Y vivenciou os maiores avanços. Já a geração Z cresceu com tudo isso e já está totalmente adaptada às novas tecnologias - adora resolver seus problemas simplesmente tocando em uma tecla touchscreen. Isso torna o autoatendimento com dinheiro e cartão muito atrativo para todas as gerações.

Hoje é possível notar em muitos shoppings pelo país as diversas soluções de autoatendimento já instaladas e muito utilizadas pelos seus usuários. As vantagens para o setor são inúmeras.

Diversos especialistas do setor já notaram que não se pode apostar em uma única solução, e que a busca pelo equilíbrio de soluções de autoatendimento deve ser levada em consideração. Toda operação deve ser muito bem avaliada, o perfil de cada cliente deve ser levado em consideração no momento de implantar uma solução como essa.

A maioria dos shoppings acaba optando por implementar um mix, com soluções de autoatendimento para pagamento somente com cartão e soluções de autoatendimento capazes de reproduzir um atendimento assistido por completo, com dinheiro e cartão. Iniciativas que melhoram a forma de interação com os usuários disponibilizando diversos pontos de atendimento espalhados pelo shopping.

O segredo para sucesso é que todo shopping deve buscar um equilíbrio nas soluções de autoatendimento disponíveis no mercado, olhando de forma isolada a característica de cada uma de suas operações e o perfil do seu cliente. Buscando a maneira mais adequada de se adaptar ao seu cliente e não o cliente tendo que se adaptar à operação do shopping.