Imprensa / Notícias do Setor / Notícias do setor

10/06/2016



CONHECENDO O FREQUENTADOR DE SHOPPING CENTER


Abrasce divulga resultados da Pesquisa Perfil dos Frequentadores de Shopping Centers 2016

Por Ticiana Werneck

 

 

Em média, as pessoas ficam em torno de 1h 15 minutos em um mall. Cada vez mais as pessoas vão ao shopping acompanhadas, 60% dos visitantes costumam ir na companhia de familiares, amigos(as) ou namorado(a). A localização é a principal razão de escolha por um shopping, em seguida está o mix de lojas e serviços oferecidos – e então, promoções e facilidade em estacionar.

Estes são apenas três recortes da extensa pesquisa Perfil dos Frequentadores de Shopping Centers 2016 realizada pela Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers).

 

Segundo Huayna Perez, analista de inteligência de Mercado Abrasce, “a pesquisa deste ano mostra algumas mudanças de comportamento, mas também reforça hábitos e características dos consumidores que já vinham sendo acompanhadas em edições anteriores”.

 

Por exemplo, em relação à classe social dos frequentadores, em 2016, houve redução da participação da classe B e aumento da presença da classe C. “Esta mudança pode estar relacionada à inversão do fenômeno de ascensão das classes ocorrido no Brasil nos últimos anos”, observa Perez.  

 

Outro reflexo da redução do poder de compra, que faz com que o consumidor busque opções mais baratas de lazer, é o aumento da frequência nos cinemas. O percentual de frequentadores que tem como principal objetivo a ida ao cinema quase dobrou em relação à 2012.

 

Um dado que se mantém constante ao longo dos anos diz respeito à frequência de visita aos shoppings: a média é de sete visitas por mês. Estas visitas são divididas entre dois shoppings em média. “Provavelmente escolhem o local de acordo com a sua necessidade do momento”, explica Perez.

Essa escolha é bastante guiada pelo mix:36% apontaram questões ligadas à oferta de lojas e serviços como motivação para escolherem aquele shopping. Mais impactante: 72% foram ao shopping em busca de uma loja específica, e aqui o destaque vai para as lojas de departamento. “7 das 8 lojas mais citadas como motivo da visita eram lojas âncora, confirmando que este tipo de loja possui forte atratividade sobre o consumidor”, menciona o analista 

 

Vale citar ainda, que entre os mais de três mil frequentadores entrevistados, 60% indicaram a proximidade com o empreendimento como razão para frequentarem aquele mall.


As compras seguem como principal motivo para ir ao mall, com 37%. Alimentação, 11%, e “ver vitrines”, 10%, vêm logo em seguida.


A pesquisa completa, com todos os recortes por idade e região, é divulgada exclusivamente aos associados da Abrasce, na Área Restrita.

  

A pesquisa foi realizada pela GFK com exclusividade para a Abrasce e escutou 3.327 frequentadores na saída dos shoppings entre os dias 09 e 12 de março em 8 cidades: Brasília, Belém, Salvador, Porto Alegre, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto e São Paulo.