Imprensa / Notícias do Setor / Notícias do setor

04/05/2016



SHOPPINGS COM TELHADO VERDE


Desde o ano passado uma lei na França obriga prédios comerciais a terem telhado verde; conheça quatro shoppings no mundo que aderiram à opção sustentável


Por Ticiana Werneck

Telhados verdes formam um isolamento de calor e ruído, reduzindo a necessidade de aparelhos de refrigeração durante o calor e aquecimento para o inverno. Além disso, bloqueiam as partículas de poeira, purificando o ar, e retêm água da chuva, reduzindo problemas de escoamento durante chuvas fortes.

Vantagens como estas fizeram a França, ano passado, aprovar uma lei que obriga prédios comerciais a terem telhado verde ou painéis solares (passando a utilizar a luz do sol para produzir energia). A política sustentável é mais uma tentativa do país em barrar os altos níveis de poluição atmosférica – Paris já aderiu ao rodízio de veículos.

Aqui no Brasil, dois shoppings ganharam a mídia com seu telhado verde. No Shopping Nova América, Rio de Janeiro, o lixo orgânico produzido todos os dias na praça de alimentação têm um destino certo: vira adubo para o Telhado Verde, onde colhe-se alface, couve, manjericão roxo, alecrim, capim limão, abobrinha, berinjela, feijão, pimenta e morango.

A colheita é doada para o projetos sociais e para os funcionários do shopping.

Vale lembrar que, em média, um shopping center produz mais ou menos duas toneladas de lixo por dia. Com o telhado verde, o Nova América conseguiu mudar esse quadro, reduzindo expressivamente a quantidade de lixo transportada para os aterros sanitários, economizando, inclusive, nos custos operacionais da coleta, além de colaborar com quem precisa.

Talvez o case mais famoso seja o do Shopping Eldorado, de São Paulo, que desde 2012 chama atenção da mídia com seu telhado verde. O case rendeu ao empreendimento, inclusive, o Prêmio Abrasce 2014 na categoria Newton Rique de Sustentabilidade. São aproximadamente 3 mil metros quadrados com hortaliças, legumes, verduras e ervas – tudo sem agrotóxico - na horta implantada no telhado do shopping. Tudo adubado com sobras de alimentos da praça de alimentação – elas recebem enzimas que aceleram o processo de compostagem, retiram o odor desagradável e são transformadas em adubo.


                                Telhado do Shopping Eldorado


Diariamente cerca de uma tonelada de lixo orgânico é transformada em adubo, deixando de ser enviada ao aterro sanitário.

Fora do Brasil, dois projetos audaciosos prometem elevar e muito a régua no assunto dos tetos verdes. Um deles é anunciado como “a maior cobertura verde do mundo sobre um shopping”. É o projeto Hills at Vallco, que, se aprovado, irá transformar o Shopping Center Vallco, no centro do Vale do Silício, na Califórnia. O projeto, que custará US$3 bilhões, propõe um empreendimento de uso misto, combinando o mall a torres residenciais e comerciais, tudo coberto de verde. A cobertura verde, de 30 acres, terá trilhas, vinhedos, pomares, orquidário, hortas orgânicas, áreas de lazer e ruas.


                                                   Projeto Hills at Vallco

Há ainda o projeto francês para a revitalização do mall La Part Dieu, em Lyon, que vem sendo pilotado pelo escritório de arquitetura holandês MVRDV. O redesenho adapta áreas públicas de lazer ao mall na forma de terraços e jardins. O estacionamento que antes ocupava o terraço será realocado, e lá será feito uma enorme área verde para convivência.


                                       Projeto de revitalização do mall La Part Dieu

O case do telhado verde do Shopping Eldorado foi vencedor do Prêmio Abrasce em 2014. Saiba mais sobre a edição 2016 do Prêmio que está com as inscrições abertas: http://portaldoshopping.com.br/premio-abrasce