Imprensa / Notícias do Setor / Notícias do setor

27/04/2016



INVESTIMENTO DURANTE A CRISE? PODE APOSTAR QUE SIM


 

 

O recém-inaugurado Shopping Arese na Itália mostra que é importante estar preparado para depois da crise

Por *Sergio Barbi


Em 2013, o cenário econômico não era dos melhores na Itália e um grupo de empresários lançou o projeto de um dos maiores shopping centers da Europa, o Arese, localizado próximo a Milão. O empreendimento foi inaugurado no mês passado e se tornou um sucesso de público desde os primeiros dias, congestionando as principais rodovias da região.

 

É difícil falar sobre o futuro num momento de crise econômica, ainda mais se o assunto não for sobre como superá-la. Apesar do imediato desafio, é necessário planejar o desenvolvimento porque as crises não duram para sempre e a sociedade se desenvolve, com ou sem crise. Além dos números da economia, todos vivemos uma época de mudança no consumo. O varejo está mais competitivo, complexo, integrado, adquirindo conhecimento próprio, entendendo melhor o consumidor e utilizando novas tecnologias a seu favor. Nessa mudança comercial, social e tecnológica, estão sendo criados novos espaços no mercado e grandes oportunidades de negócio tomam vida. Após a crise, quando o crescimento do consumo for retomado, o consumidor se comportará de maneira diferente daquela do início da crise. Seguindo essa linha de pensamento, incorporadores europeus decidiram investir mesmo na época de crise e construíram um dos principais shopping centers da Europa.

 

Até hoje a economia europeia ainda não se recuperou da crise iniciada em 2008. A Itália sofreu de perto os efeitos dessa crise. A economia italiana despencou em 2009 e com isso, teve uma drástica redução no consumo das famílias e alto desemprego.

 

E aqui voltamos ao Arese. O cenário desfavorável perdurou durante os anos seguintes e, nas primeiras projeções de melhora, esse grupo de investidores decidiu planejar um novo empreendimento comercial utilizando a estrutura de uma antiga fábrica da Alfa Romeo. O início do projeto aconteceu em 2012, bem no meio da crise econômica, e o Shopping Arese começou a ser comercializado em 2013. O plano era que o empreendimento estivesse pronto logo na retomada do consumo para poder aproveitar o início da recuperação econômica. De fato, a economia italiana apresentou sinais de melhora em 2015 e, como planejado, o shopping inaugurou em abril de 2016.

 

O Shopping Arese, conta com mais de 120 mil metros quadrados e 200 lojas, o que o torna um empreendimento de grande porte. Diferente dos outros empreendimentos, o shopping não concentrou num local os serviços de alimentação como as tradicionais praças. Os desenvolvedores acreditam que os consumidores estão mudando e hoje preferem os cafés, restaurantes, fast foods e docerias dispersos pelo shopping.

A expectativa oficial dos empreendedores é que shopping tenha mais de 15 milhões de visitantes por ano. No primeiro sábado de funcionamento, a polícia de trânsito local teve que intervir e fechar a principal rua de acesso ao shopping que contava com 10 quilômetros de congestionamento. Nesse dia, o empreendimento teve mais de 100 mil visitantes.

 

Novas oportunidades de negócios aparecem nas crises, e logo depois delas. Essa é uma boa época para entender o consumidor, planejar o crescimento para depois da crise e se preparar para se diferenciar da concorrência.

 

*Sergio Barbi é Diretor Executivo na Dexi Marketing dexi.com.br